Minha Cidade e Eu

Crônicas do Livro

A Alegria de ser Solidário

18/12/2017

A convivência com determinadas pessoas enriquece a nossa história de vida. E não posso deixar de confessar que faz parte da riqueza da minha sensibilidade, bem como de toda a minha Guiricema, a figura do querido Luiz Polidoro.   
      Era muito brincalhão, amado de todos. Identificávamo-lo a qualquer distância pelo riso largo e pela voz peculiar. Dono de pensamento criativo, inteiramente entusiasmado pela vida, era muito prestativo para com todos.   
      Enternecia-se diante de todo e qualquer ser humano e, incontáveis vezes, demonstrou ser detentor de alma sensível. Liberto dos grilhões que, geralmente, aprisionam os homens, vivia sem egoísmos e sem rancores, motivadores de rugas. Encabeçava inúmeras campanhas filantrópicas. Altamente simpático, tinha uma sabedoria ímpar para angariar recursos materiais e cobrir de êxitos suas investidas na tentativa de tornar a vida dos necessitados mais amena.   
      Constantemente, era o Presidente das festas religiosas, a começar pelas festividades da Padroeira, Nossa Senhora da...


Leia mais

A Banda Musical "Amantes da Lyra"

18/12/2017

  O Sol acabava de abrir os olhos e mostrar sua face amarelinha para beijar a Terra. Com um sorriso travesso, vinha esparzindo os seus raios com a intenção maldosa de acordar a cidade sonolenta. De repente, tudo foi- se aquecendo. Era como se hou-vessem cortado a fita para fazer uma reverência ao céu. A vida reinaugurava-se com um tom inovador na atmosfera da manhã. De repente, a praça foi recebendo as pessoas. Tratava-se de um ruído movimentoso de pernas e braços, seguindo o compasso da sonoridade vibrante de uma banda de música. Nem se as melodias estivessem em tom menor, não as acharíamos tristes. O fato é que estávamos em um 7 de setembro. Os músicos, de vermelho e branco, abririam o desfile para homenagear a data. Por isso, faziam um breve ensaio da apresentação.   
        Da janela da minha residência, pus-me a pensar na denominação maravilhosa da banda: Amantes da Lyra. Como gosto de rever a Literatura Trovadoresca em que trovadores e menestréis entoavam cantigas ao som da lira! Uma tendência que chegara a Portugal vinda do Sul da França, da cidade...


Leia mais